Muros de Arrimo

Muro de arrimo, também chamado de muro de contenção é uma estrutura de segurança que se faz para conter deslizamentos em terrenos inclinados, seu objetivo é proteger, apoiar ou escorar áreas que apresentam riscos de desmoronamento, e sua estrutura quando bem feita, garante a segurança e a estabilidade da construção. Hoje contamos com diversos produtos denominados Geossintéticos para a execução do muro, tanto na sua impermeabilização quanto no sistema de drenagem.

Muros de Arrimo

Os muros de arrimo são construídos quando é necessário cortar a terra para que se consiga uma superfície plana (chamada de Platô) sem inclinações ou aterrar para construir uma edificação, uma estrada ou qualquer outro tipo de obra que faça com que o solo fique instável e perca sua resistência podendo desabar e também quando os terrenos apresentam alguma inclinação aclive ou declive.

É comum encontrarmos terrenos com desnível, quando este é para a frente do terreno, então para nivelar é necessário tirar terra, mas quando o desnível é para o fundo ou para uma das laterais ai é necessário colocar terra o suficiente para mantê-lo no nível desejado para a execução da obra. Acontece que ao colocar a terra é necessário antes delimitar o espaço que esta deverá ficar, caso contrário ela invade o terreno vizinho. Então o muro de arrimo tem a responsabilidade de sustentar a pressão da terra que será compactada ali.

A escolha do terreno também é importante, agora se a opção final inclui inclinações é imprescindível tomar alguns cuidados com a infraestrutura do mesmo, para evitar deslizamentos e outros imprevistos.

Muro de Arrimo

Materiais usados na construção

Os materiais usados e a forma de fazer o muro irá variar de caso para caso, pois quanto maior o desnível, maior será a quantidade de terra e consequentemente mais forte terá de ser o muro de sustentação. Normalmente ele é feito com concreto armado, mas podem ser de blocos estruturais de concreto ou de cerâmica, estruturas de concreto, estrutura mistas de perfis metálicos e concreto, de pedra e cimento, com gabiões de pedra ou mesmo de solo-cimento.

Em muros de arrimo feitos de pedra, o próprio peso da pedra é suficiente para conter a carga da terra, mas é mais barato executar esses muros com uma estrutura de blocos, preenchidos com concreto e ferragem de armadura. Pode-se também ser construído um muro de arrimo com parede dupla, ou seja um muro de arrimo impermeabilizado e uma parede comum à sua frente, separados por um espaço de ar, mas é uma solução mais cara principalmente para pequenas obras, o melhor a fazer é consultar um engenheiro que irá calcular a quantidade de terra necessária, a pressão e a resistência que o muro precisa ter. A partir desses dados ficará mais fácil determinar como o muro será erguido, quais materiais poderão ser usados, entre outras coisas.

Além disso, os muros de arrimo podem ser feitos de várias maneiras: inclinados, em patamares ou ainda aliados à vegetação.

Muro de Arrimo

Muro de Arrimo

Quando aliados à vegetação e há espaço suficiente no lote, podemos utilizar os taludes para fazer esta acomodação. Então ao final dos trabalhos de terraplenagem haverá uma área plana, um talude (área mais inclinada do que o terreno era antigamente), e o perfil natural na porção do terreno que não foi mexida.

Quando a área de acomodação é pequena ou não existe, veremos uma espécie de degrau entre o perfil natural do terreno e a área plana (que estará mais alta ou mais baixa que o primeiro). Para segurar a terra da parte mais alta, faz-se necessário o uso de um muro de contenção desta terra.

Muro de Arrimo

Muro de Arrimo

Devemos atentar para o fluxo de água do lençol freático, pois só impermeabilizar muitas vezes não resolve, vindo a causar sérios danos a estrutura , os muros de arrimo ainda seguram uma grande quantidade de terra que fica ainda mais pesada quando chove e fica encharcada. O cálculo estrutural, tanto para o lençol freático quanto a água da chuva, deve levar em conta essa carga adicional de água e os muros devem ter um sistema de drenagem para escoar a água. E a superfície que fica aparente no lote ou dentro da edificação deve ser impermeabilizada para que a água não atravesse a superfície. Além de drenar e impermeabilizar é importantíssimo conduzir essa água para um lugar determinado.

Para isso os muros de arrimo devem ter um sistema de drenagem que normalmente é feito com drenos que levam a água para as laterais do muro. Esses drenos podem também atravessar o muro e, nesse caso, veremos os drenos na parte frontal do muro. É importante haver uma camada de brita entre a terra e os drenos para evitar que a água transporte pequenas partículas de terra para os drenos, o que com o tempo, fará com que eles fiquem entupidos, percam a sua função e a tração sobre o muro aumente.

Também é importante impermeabilizar a parte de trás dos muros, principalmente se a frente ficar dentro da edificaçao. Essa impermeabilização fará com que a água só atravesse o muro pelos drenos, mantendo seco o outro lado.

Outro método mais caro para garantir que a água não atravesse o muro de arrimo é a construção de uma parede dupla, ou seja, um muro de arrimo impermeabilizado e uma parede comum à sua frente. Separados por um espaço de ar, formando um conjunto. Ainda assim a parte de trás deve ser impermeabilizada, mas a segunda parede garante que qualquer eventual vazamento no primeiro muro, não entre nas edificações. Em ambos os casos (paredes simples ou duplas), um bom sistema de drenagem é fundamental, pois grande parte dos acidentes envolvendo muros de arrimo está relacionada ao acúmulo de água no maciço.

Muro de Arrimo

Hoje em dia, uma das formas mais eficientes de drenagem nos muros de arrimo é feito com o uso de um geocomposto drenante em conjunto com o tubo dreno corrugado e a manta geotêxtil.

Os sistemas de drenagem podem ser superficiais ou internos. Em geral, os projetos de drenagem superficial, devem captar e conduzir as águas que incidem na superfície do talude reduzindo assim a infiltração e a erosão, decorrentes da precipitação de chuva, sendo que as alternativas de proteção superficial podem ser classificadas em dois grupos:

  1. proteção com vegetação
  2. proteção com impermeabilização

Não existe uma regra para a concepção de projetos desta natureza, entretanto deve-se sempre considerar a proteção vegetal como a primeira alternativa, em particular, para taludes. O plantio de arbustos, para a estabilização do solo, faz com que suas raízes formam uma ancoragem natural, existindo plantas adequadas para isso.

Muro de Arrimo

Outras alternativas possíveis para proteção de encostas e erosão é a redução da velocidade de escoamento de águas , com a construção de canaletas no topo do declive em estruturas tipo escadas.

A escolha do impermeabilizante deve ser feita de acordo com a necessidade técnica do local garantindo um sistema eficiente, vários são os tipos de impermeabilizantes que podem ser utilizados em muro de arrimo entre eles está o Véu de Poliéster associado a Emulsão Asfáltica, Solução Asfáltica, Mantas Asfálticas.

Segue abaixo principais tipos de estruturas de contenção

  1. Muros de gravidade (não armados – peso próprio anula tracções)
  2. Muros de betão armado em consola (com ou sem ancoragem)
  3. Muros de betão armado c/ contrafortes (em geral não ancorados)
  4. Muros tipo Berlim (painéis de betão armado ou madeira, em geral ancorados ou escorados, com função resistente)
  5. Paredes moldadas em betão armado (em geral ancoradas ou escoradas, com função resistente e impermeabilizante)
  6. Cortinas de estacas tangentes ou secantes (alternativa a paredes moldadas em terrenos pedregosos)
  7. Muros de gabiões (muro de gravidade constituído por cestos, em rede metálica, preenchidos com seixo ou pedra britada)
  8. Muros de terra armada (ele. de betão armado, ancorados através de armaduras de aço galvanizado ou alumínio)
  9. Cortinas de estacas prancha – perfis metálicos cravados (em geral ancoradas, escoradas ou encastradas)

Os cuidados na construção dessas estruturas são muito importantes. Lembre-se que parte dos famosos deslizamentos de verão que vemos nos jornais e que matam pessoas advém de muros de arrimo mal projetados ou mal construídos, portanto este tipos de estruturas exigem projetos e cálculos específicos, além de acompanhamento técnico e mão de obra qualificada para a execução e sucesso da obra!

Muro de Arrimo

Fontes

http://www.fazfacil.com.br/reforma-construcao/muro-de-arrimo/
http://100pepinos.com.br/muro-de-arrimo/
http://www.casadicas.com.br/construcao/o-que-e-muro-de-arrimo-ou-muro-de-sustentacao/
http://www.eng.uerj.br/~denise/pdf/muros.pdf
http://www.civil.ist.utl.pt/~cristina/EBAP/MEE_EscavacoesEstruturasContencao_Geral.pdf
http://casaeimoveis.uol.com.br/tire-suas-duvidas/arquitetura/o-que-sao-e-como-devem-ser-construidos-os-muros-de-arrimo.jhtm
http://engenharia.anhembi.br/tcc-05/civil-22.pdf
http://www.ehow.com.br/drenar-muros-arrimo-como_78059/
http://techne.pini.com.br/engenharia-civil/200/como-deve-ser-feita-a-impermeabilizacao-de-muros-de-arrimo-301228-1.aspx
http://www.ciplak.com.br/muro-de-arrimo-tratamento-interno
http://www.clubedoconcreto.com.br/2013/12/impermeabilizacao-em-muros-de-arrimo.html
https://www.ntcbrasil.com.br/veu-poliester/
http://wwwo.metalica.com.br/drenagem-na-construcao-civil
http://g1.globo.com/am/amazonas/noticia/2011/09/muro-de-contencao-desaba-no-porto-chibatao-em-manaus.html
http://www.tudoconstrucao.com/muro-de-arrimo-o-que-e-para-que-serve.html
http://www.danhebert.com.br/dhci/pavim_infraestrut.php

Faça um orçamento
direto pelo WhatsApp!
WhatsApp